Portal no Facebook Portal no Twitter Portal no YouTube Blog do Portal Portal nas Redes Sociais

Portal Terceira Idade
Notícias do Cidadão Notícias do Cidadão Espaço Livre Espaço Livre Shows e Eventos Shows e Eventos Cursos e Atividades Cursos e Atividades Parcerias Parcerias Direitos 3a.Idade Direitos 3a.Idade

Diálogo Aberto

Enquete "Você acha
que...?"
Enquete
Cadastre-se Cadastre-se
no Portal
3a.Idade!
Busca Procurando
algo no site?
Busca
Pesquisa Links para
Pesquisa
Mural de Trocas Anuncie
seu produto!
Mural
de Trocas
Fale Conosco Dúvidas?
Sugestões?
Críticas?

Fale
Conosco
Dicas de Internet "Download"?
"Browser"?
Dicas
de Internet

Colméias da 3a.Idade
Colméias da 3a.Idade
Escolha o seu assunto e participe de nossas salas de chat temáticas

Notícias do Cidadão
Notícias

Anteriores

14/01/2016: Longevidade - Entrevista
Chegar aos 100 anos com boa saúde... É possível?
Em reportagem especial do programa ‘Bem-Estar’, da TV Globo, o geriatra e colunista do Portal Terceira Idade, Dr. Ronaldo Piovezan, revela como é possível ser um centenário ativo com boa saúde física e mental
Por: Tony Bernstein
Coordenadora Geral do Portal Terceira Idade, Pedagoga
e Jornalista (API, Assoc. Paulista de Imprensa: Reg. 2152)
Fale com o colunistaFale com o colunista
Fale com o colunista

“Ter boas companhias é essencial para permanecer positivo e faz muito bem à saúde. Mantenha os amigos por perto e seja feliz!”, enfatiza o Dr. Piovezan

Atenção: A reportagem completa está dividida em 5 partes.
Assista à continuação clicando nos 4 vídeos complementares abaixo
O que eu preciso fazer ao longo da vida para chegar aos 100 anos com saúde?” Para responder a essa e outras perguntas sobre o assunto, o Dr. Ronaldo Piovezan, geriatra e colunista do Portal Terceira Idade, participou de uma entrevista sobre saúde e longevidade no programa ‘Bem-Estar’ da TV Globo, juntamente com a médica pediatra Dra. Ana Escobar.

Ambos alertaram que, quanto antes a pessoa adotar novos hábitos – como boa alimentação, exercícios físicos e consultas regulares com seu médico –, mais benefícios ela terá ao longo da vida, o que poderá ajudá-la a chegar aos 100 anos de idade bem e com saúde.

Estilo de vida saudável é importante em qualquer idade

foto notíciasJá na infância, é necessário manter em dia a caderneta de vacinação dos bebês e crianças. Essa ressalva é importante dado que muitos adultos esquecem de se vacinar, o que pode acarretar riscos à saúde. É imprescindível prestar sempre muita atenção às campanhas para manter em ordem a vacinação.

Aos 10 anos de idade, a criança já pode fazer seu primeiro check-up, pois nessa idade já é possível identificar se há algum fator de risco à saúde. É importante verificar a princípio o colesterol, triglicérides, glicemia e também fazer um hemograma.

Quando a atividade sexual começar, deve-se instruir ao máximo o jovem, pois, nessa época, as informações a respeito do uso de preservativo, contraceptivos e doenças sexualmente transmissíveis são importantes para evitar acidentes.

Na faixa dos 30 anos, as prioridades começam a mudar, e é imprescindível que exercícios físicos estejam inseridos na rotina, para que seja mais fácil e saudável enfrentar a terceira década da vida.

Em torno dos 40 anos, é ideal que se faça exames periódicos, pois o risco de desenvolver alguns males aumenta, e o diagnóstico precoce de possíveis doenças como hipertensão ou cardiopatias geneticamente herdadas ajuda e acelera o tratamento. Nesse caso, é necessário conhecer o histórico da família, para facilitar a interpretação dos resultados.

Os cuidados com a alimentação devem acontecer ao longo de toda a vida, porém aos 50 anos, devem intensificar-se. Podem ser incluídos na alimentação fontes de cálcio e vitamina B12 como o peixe, castanhas, para combater o colesterol e uvas, para garantir maior longevidade.

“Quando a pessoa chega aos 60 anos, é importante retomar as vacinações, principalmente a pneumocócica, contra pneumonia, para prevenir complicações relacionadas ao sistema respiratório”, alerta o Dr. Piovezan. O médico ressaltou, também, que exercícios com peso são muitos importantes nessa faixa etária. Mesmo que nunca tenham sido praticados, podem prevenir fraturas em caso de quedas e perda da musculatura.

Aos 80, é ideal que a memória se mantenha em atividade por meio de jogos e novas ocupações. Essas atitudes são muito válidas na prevenção do Mal de Alzheimer e demência por exemplo.

Depois dos 90 anos, a exposição ao sol – fonte de vitamina D – deixa os ossos mais resistentes e saudáveis, evitando acidentes mais graves.

Ser feliz!

Por fim, os médicos deram uma dica que podemos levar por toda a vida: preservar as amizades e estar sempre por perto de quem amamos. “Ter boas companhias é essencial para permanecer positivo e faz muito bem à saúde. Mantenha os amigos por perto e seja feliz!”, enfatiza o geriatra.


“Chegar aos 100 anos com boa saúde... É possível?” (parte 2 de 5)
“Chegar aos 100 anos com boa saúde... É possível?” (parte 3 de 5)
“Chegar aos 100 anos com boa saúde... É possível?” (parte 4 de 5)
“Chegar aos 100 anos com boa saúde... É possível?” (parte 5 de 5)

Vídeo/fotos: Bem-Estar - TV Globo / divulgação
Mais sobre o assunto, na internet
BBC - Brasil > Notícias > Longevidade
Centenárias dão dicas sobre como chegar bem aos 100 anos
Grã-Bretanha tem mais de 12 mil pessoas com mais de 100 anos de idade
Mais sobre o assunto, no Portal Terceira Idade
Notícias > Anteriores > Saúde - Longevidade - Depoimento (03/12/2015; vídeo disponível)
Longevidade: qual é o segredo?
Em reportagem especial da TV Cultura, o colunista do Portal Terceira Idade, Kurt Lenhard, 92, explica como ele mantém uma vida ativa, feliz e saudável nesta fase da vida
Notícias > Anteriores > Longevidade - Centenários (15/01/2015)
“Se você viver se aborrecendo por tudo, não chega”
Esse era, provavelmente, o segredo para a longevidade de Dona Canô, baiana, mãe de Caetano Veloso e Maria Bethânia, que viveu até os 105 anos. Segundo o IBGE, a Bahia é o Estado brasileiro com maior número de centenários
Notícias > Anteriores > Longevidade - Pesquisa (01/11/2014)
Mães que têm seus filhos com mais idade podem ter o gene da longevidade
Pesquisa realizada nos Estados Unidos destaca que mulheres que tiveram seu último filho depois dos 33 anos de idade tinham duas vezes mais probabilidade de viver até os 95 anos ou mais

Outras Notícias

Portal Terceira Idade® é uma realização da
Associação Cultural Cidadão Brasil
em parceria com os Telecentros e a Prefeitura do Município de São Paulo
©Todos os direitos reservados - 2005/2006
Desenvolvimento, Webdesign e Sistemas: Kuantika Multimídia